Sexta, 04 Julho 2014 00:00

Quero fazer coaching... E agora?

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

Se você já pensou em fazer coaching alguma vez em sua vida, talvez você saiba que o processo de decisão para iniciar o coaching envolve vários fatores e pode ser uma decisão bastante complexa para algumas pessoas.

Primeiro, você tem de reconhecer que existe uma questão sobre a qual precisaria refletir mais e talvez fazer mudanças. Esta questão pode ser algo novo, que surgiu há pouco, ou algo que você já vem notando há mais tempo, só que ainda não tomou as rédeas da situação para olhar de frente e de perto para ela... Talvez esta questão esteja associada a sentimentos intensos, ou apenas ao receio de perceber que chegou o momento de sair da zona de conforto, onde o conhecido e a previsibilidade residem... Portanto, tomar a decisão de fazer o coaching não costuma ser tão fácil como possa parecer para alguns, pois implica decidir encarar a tal questão incômoda ou intrigante de sua vida e se lançar em um processo de descoberta e aprendizagem, que pode levá-lo para a transformação e a mudança.

Por outro lado, quando você decide não mais adiar a decisão de fazer coaching, e percebe que o melhor a fazer para seu crescimento e sua realização é encarar sua questão incômoda ou intrigante, você provavelmente experimentará um certo alívio, típico das decisões que começam a encaminhar o problema e movimentar você na direção correta – a direção da aprendizagem, da criação e da transformação.

Por isso, temos de reconhecer que iniciar o processo de coaching requer certa coragem de mexer numa questão que é importante para você, que o mobiliza... Ganhar consciência sobre esta questão poderá levá-lo a um processo de revisão e mudanças. Como toda viagem, por mais planos que façamos, ela inclui o contato com o novo. De certa forma, o coachee irá embarcar em uma jornada pessoal, com todas as expectativas e ansiedades que isto pode trazer.

Mas que charme teria a vida se não houvesse aventura? Que beleza haveria em uma viagem que não trouxesse o contato com o novo? Pense em uma viagem inesquecível que teve a chance de fazer em sua vida. O que fez com que esta viagem se tornasse inesquecível? A resposta pode ser o lugar, as pessoas que o acompanharam, as pessoas que você conheceu, o clima, as descobertas internas, nada disso ou tudo isso junto. Cada um terá a sua resposta... Uma viagem se torna significativa porque guarda momentos de presença intensa... Estar naquele lugar, naquele momento e viver intensamente a experiência... Ou porque guarda momentos de descoberta – ver coisas ou pessoas novas, ou se ver em novos contextos... Ou ainda porque guarda aprendizagem e reflexão.

O processo de coaching se aproxima um pouco do processo de viajar, em certo sentido, porque também implica escolher um destino e ir... O coachee define a questão e embarca na sua jornada, com coragem, ansiedade e expectativas.

Uma vez tomada a decisão de fazer coaching, há outras questões a considerar. Uma delas, tão importante quanto decidir encarar sua questão incômoda ou intrigante é escolher quem irá lhe acompanhar nessa jornada. A escolha do coach é crucial para o sucesso do processo, assim como sua forte decisão em embarcar nessa viagem.

O coach é o profissional que vai lhe acompanhar nessa viagem e oferecer várias formas de suporte para que você encontre o que busca. Será seu parceiro no processo de reflexão e transformação. Para isso, precisa ser qualificado e ter as competências corretas.

Hoje em dia, há várias ofertas de cursos de coaching, mas nem todos possuem a mesma qualidade. Há várias pessoas que se intitulam coaches, mas nem todas possuem a bagagem e a formação necessárias. O coaching é uma profissão nova, que teve seu início na década de 80 e ainda possui pouca regulamentação. A melhor forma de encontrar seu coach talvez não seja por buscas na internet apenas... O marketing pode fazer maravilhas, mas não garante a qualidade do coach.

Algumas dicas importantes na escolha do seu coach:

Sintonia: num processo de coaching, sintonia é boa parte! Você precisa ser capaz de estabelecer uma relação de confiança e abertura com seu coach. Se isso não ocorrer, procure um outro, por mais referências e qualificações que o coach possua... Química é fundamental e é algo que a gente não prevê, a menos que faça um test drive... Portanto anote outra dica: peça uma sessão teste ou um momento de apresentações com seu futuro coach, antes de fechar o contrato.

Qualificação: peça informação sobre a trajetória do coach, sua formação, sua experiência e ética profissional. Um profissional qualificado e sério em sua atuação tem mais chances de conduzir um processo seguro e de sucesso. Verificar a reputação de seu coach e quem o recomenda também é uma forma de minimizar riscos na escolha.

Atitudes favoráveis: as atitudes de um coach devem propiciar a criação de um ambiente seguro de aprendizagem. Humildade, respeito, empatia, consideração pelo outro e flexibilidade são atitudes que favorecem o sucesso do coaching.

Além da escolha do coach, há também questões práticas a se considerar antes de iniciar o processo de coaching: disponibilidade de tempo, condição financeira e urgência em iniciar.

Disponibilidade de tempo: em geral, as sessões de coaching possuem duração de uma hora, ou uma hora e meia, podendo ocorrer com frequência semanal ou quinzenal. O processo costuma durar de 10 a 12 sessões. É possível fazer ajustes na duração das sessões ou do processo, ou ainda na frequência das sessões, de acordo com as necessidades do cliente.

Condição financeira: o coaching requer um investimento, mas sendo de curta duração, este investimento é por prazo determinado. Procure se informar com seu coach sobre o preço da sessão.

Urgência em iniciar: pode variar de pessoa para pessoa. Algumas estão muito decididas a iniciar o processo de coaching, outras estão ainda na etapa de tomar a decisão. É importante deixar isso claro para seu futuro coach.

Vamos supor que você superou todas as etapas anteriores, tomou a decisão de iniciar o coaching, encontrou seu coach e validou todas as questões práticas. Antes de prosseguir, vale a pena ressaltar que você merece os parabéns! Porque chegar a este ponto exigiu investimento de energia e coragem, mas você fez isso. Agora você está pronto para começar uma nova jornada – a jornada do seu processo de coaching. Resta desejar-lhe: “Boa Viagem!”

Lido 12727 vezes Última modificação em Quinta, 04 Fevereiro 2016 14:55
Meiling Canizares

Meiling Canizares é Sócia Diretora da M'Canizares e possui 20 anos de experiência em desenvolvimento humano e organizacional. Ver perfil profissional.

br.linkedin.com/in/meilingcanizares

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Entre em Contato

+55 11 94154-5654

 

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

meilingcanizares

 

facebook.com/mcanizarescoaching

 

linkedin.com/in/meilingcanizares

Conecte-se a nós

Assine nossa newsletter e receba nossos informativos por e-mail.